Este é um blogue instrumental, feito sem veleidades. Penso nos meus alunos e na forma de o usar para lhes ser útil: experiência que se quer alimentada de experiências... e de invenções dos tempos que não temos tempo para ter...
14.2.10

 

 

Sabe-se que em princípios do segundo milénio d.c. se instalaram no vale do México.

 

Tornaram-se, com os tempos, duros combatentes. Em 1325 fundaram a cidade principal de Tenochtitlan.

 

Depois de períodos de conquista, em que dominaram povos vizinhos e outros mais longínquos - os Tecpanecas, os Mixtecas, os Texcocanos, etc. -  acabaram por formar um importante império que, à chegada dos espanhois, em 1519, estava nas mãos de Montezuma II, um homem profundamente religioso que viu nos espanhois os deuses fatais que, segundo a sua religião, haveriam de chegar do mar, para destruir o seu império.

 

Foram bons agricultores e comerciantes. Foram excelentes Astrónomos. Criaram dois calendários complexos: um de 260 dias, religioso, e um de 365, solar. Criaram um sistema de numeração de base 20. Foram óptimos arquitectos e também são conhecidos por isso: destacam-se as suas pirâmides com muros em rampa, no cimo das quais se encontravam pequenos templos de sacrifício das vítimas.

 

A sociedade, o exército e o governo estavam submetidos à religião e aos seus deuses. Huitzilopochtl era o deus da guerra (Tenochtitlan) e do mal. A ele eram feitos sacrifícios humanos. Quetzalcoatle (serpente com penas de quetzal) era o deus da sabedoria o do bem.

 

Alguns Deuses Astecas

 

Estes eram dois dos deuses principais da sua religião politeísta.

Sobre esta civilização  foi feito o filme "Apocalipto" que, em 2008,  colheu muita atenção mundial.

 

 

link do postPor temposnotempo, às 12:19  comentar

 

 

Não fora a Arqueologia e deles quase nada saberíamos!

 

É claro que existem hoje vários povos que descendem dos MAIAS - Itzaes, Quichés, Pocomanes, Huaxtecas, etc.. - e mantêm ainda algumas das suas crenças e tradições, mas é pouco olhando ao que essa Arqueologia revela que eles foram.

 

Durante mil anos viveram e prosperaram sobre essa designação geral vários povos, no sul do actual México - Iucatão - e na Guatemala.

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pen%C3%ADnsula_do_Iucat%C3%A3

 

http://blokodenotasefotos.blogspot.com/2009/10/piramides-do-iucutao.html

 

Foram bons agricultores do milho grosso - http://pt.wikipedia.org/wiki/Milho -, bons comerciantes e ainda melhores arquitectos e ceramistas.

 

Politicamente evoluiram para uma complexa organização com base em cidades-estado (como vamos ver para a Antiga Grécia), dirigidas por governos militares, com o apoio de poderosos sacerdotes.

 

Paralelamente, desenvolveram a Matemática e a Astronomia; conceberam um Calendário complexo e um sistema de Escrita muito original.

 

No século X fundiram-se com os Toltecas.

Deixaram-nos vestígios poderosos de várias das suas cidades que, hoje, alimentam circuitos turísticos de importância mundial.

http://riviera-maya.costasur.com/pt/ir-a-chichen-itza.html

 

Chitzen-Itzá, Mayapan e Uxmal foram três das mais poderosas dessas cidades.

 

Uxmal - Pirâmide do Mágico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pirâmide de Uxmal ( http://memoriavirtual.net/2004/07/sociedade/14-dias-iucatao/ )

EL Castillo, templo do Toltec-Maya de Kulkulkan a serpente emplumada, em Chichen Itza, Iucatão, México (reconstituição) ( http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://rlv.zcache.com/kulkulkan_temple_pyramid_poster-)
 
  
 
link do postPor temposnotempo, às 11:42  comentar

Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

15
16
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

15
16
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


subscrever feeds
blogs SAPO