Este é um blogue instrumental, feito sem veleidades. Penso nos meus alunos e na forma de o usar para lhes ser útil: experiência que se quer alimentada de experiências... e de invenções dos tempos que não temos tempo para ter...
16.9.09

Não há poder maior no mundo que o do tempo:

 

tudo sujeita, tudo muda, tudo acaba

 

Padre António Vieira

 

(1608-1697)

 

 

Ficheiro:Padre António Vieira.jpg

link do postPor temposnotempo, às 22:45  comentar

21.8.09

Diz-me e eu esqueço,

 

 

 

ensina-me e eu recordo,

 

 

 

envolve-me e eu aprendo.

 

Benjamim Franklin (1706-1790)

 

 

 

 

link do postPor temposnotempo, às 11:19  comentar

4.5.09

 

Para o salazarismo e para Salazar - no poder como chefe do governo em 1932 -alguns dos princípios fundamentais no discurso, em Braga, dos 10 anos do golpe militar de 28 de Maio de 1926:

 

 

link do postPor temposnotempo, às 00:13  ver comentários (1) comentar

3.5.09

 

Sobre o carácter das ditaduras e dos ditadores que se instalaram em vários países europeus no rescaldo da 1ª Guerra Mundial  e da Grande Depressão dos anos trinta, deixo alguns exemplos do tipo de material documental que é hoje possível encontrar na net.

 

Para o fascismo italiano e nazismo, particularmente sobre o modo como oradores como Mussolini e Hitler, souberam domesticar e toldar o raciocínio das massas - sabiamente reunidas em ocasiões especiais - mobilizando-as para a aceitação das suas violentas políticas repressivas e dos seus desejos de guerra imperialista:

 

 

 

link do postPor temposnotempo, às 23:29  ver comentários (1) comentar

19.2.09

 

1 - Eu continuo a ser uma coisa só, apenas uma coisa - um palhaço, o que me coloca a um nível bem mais alto que o de qualquer político.

 

2 - A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la, mas quem consegue, descobre tudo.

 

                                                                                    Charlie Chaplin

link do postPor temposnotempo, às 23:00  comentar

8.2.09

 Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905)

     O "Zé Povinho"

 

 

  Autocaricatura   

 

Cá o blogue foi-se "esquecendo" do Rafael Bordalo Pinheiro e da chamada de atenção para as suas caricaturas polìticas.

 

De todas a mais presente no nosso imaginário é a do Zé Povinho  que ele criou, em 1875, para o primeiro jornal de crítica diário que fundou e dirigiu - A Lanterna Mágica (Maio a Julho de 1875 - 33 números).

 

Depois de um percurso que o levou ao Brasil - 1875-1879 - envolveu-se na criação de duas outras importantes e decisivas publicações: O António Maria (1879-1898) - que, como se vê,  se manteve por vários anos...

 

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/OBRAS/AntonioMariaI/AntMaria_1.htm

 

(e, mais do que isso, digitalizado e consultável na net! Espreitem!)

 

http://purl.pt/13854

 

e A Paródia (1900-1902)

 

 

Com grandes talentos escultóricos decide em 1885 experimentar o barro e dar inìcio a uma actividade absolutamente determinante para a nossa imaginação e cultura nacionais - a criação e desenvolvimento da Fábrica das Faianças das Caldas da Raínha que manterá, com dificuldades várias, até à sua morte e que, depois, o seu filho Manuel Gustavo continuou e que é a tal que nos dias que correm defronta uma terrível perspectiva de encerramento. http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=385487&visual=26&rss=0

 

      

 

 

             A célebre jarra Bethoven que impressionou o mundo jornalístico da época

 

link do postPor temposnotempo, às 10:52  comentar

26.12.08

 

                                                                                                                                   Quino

 

 

Vá lá, vá lá!! ... mas nada de exageros!...(e não esqueçam os trabalhitos de História!...)

 

 

link do postPor temposnotempo, às 10:07  comentar

15.12.08

    John James Osborne (1929-1994)

 

Até o pior dos livros tem uma página boa. A última.

 

 

link do postPor temposnotempo, às 00:04  comentar

31.10.08

Emmanuel Kant   Immanuel Kant (1724-1804)

 

De mim não apreendereis filosofia, mas antes como filosofar, não apreendereis pensamentos para repetir, mas antes como pensar.

link do postPor temposnotempo, às 16:12  ver comentários (4) comentar


Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30


Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30


contador
blogs SAPO