Este é um blogue instrumental, feito sem veleidades. Penso nos meus alunos e na forma de o usar para lhes ser útil: experiência que se quer alimentada de experiências... e de invenções dos tempos que não temos tempo para ter...
26.9.11

 

Nada melhor do que espreitarem o que o Cinema tem feito para "dar vida" aos Dinossauros...

 

A partir dos fósseis, como já vimos, há que tentar as reconstituições, para se perceber melhor o que poderiam ter sido as pradarias e as zonas alagadiças, e... e...,

 

há 150... há 120... há 100... há 70 milhões de anos atrás!!!...

 

 

 

Este, encontrado em Espanha, andou por cá há 120 milhões de anos (leiam a notícia da descoberta):

http://www.achetudoeregiao.com.br/noticias/dinossauros0137.htm

 

 

(consoante as espécies - que foram aparecendo e desaparecendo - e as regiões do

 

mundo...)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O prof.

link do postPor temposnotempo, às 21:59  comentar

6.12.10

 

http://www.memorialvivo.com.br/fotosPremium.aspx?id=622

 

 

 

Tem razão a Jenni: vamos lá a antecipar a atenção que dentro em pouco temos que dar ao CINEMA e à MÚSICA nova que o século XX trará.

 

Deixo-vos com um dos génios consensuais da História do Cinema - o inglês Charlie Chaplin!

 

A sua personagem principal foi a de CHARLOT ( o Vagabundo). Surgiu em 1914. Foi um êxito retumbante! Comédias loucas, que foram espírito de um tempo e de uma forma de olhar e fazer o cinema.

 

Mais tarde fez filmes de outra "seriedade", como podem ver no artigo - bom! - Wikipedia q sugiro.

 

Ficam alguns excertos, misturados, de vários dos seus muitos filmes iniciais (claro que a música está longe de ser aquela que, na época, ao piano, acompanhava as cenas destes filmes mudos, mas...)

 

 

link do postPor temposnotempo, às 18:36  comentar

17.11.10

 

 

Num post recente do Sérgio (9º) sobre a História do Cinema falava-se de Georges Méliès.

 

Pode dizer-se que se os irmãos Lumiére inventaram o Cinema (logo à nascença) Documental, Georges Méliès (1861-1938) inventou a Arte do Cinema, isto é, o Cinema dos truques técnicos e da realidade simulada-fingida: o Cinema de Ficção!

 

Deixo-vos com alguns excertos do seu mais celebrado filme - Uma viagem à Lua -, realizado em 1902, tempo em que o Cinema ainda "tomava biberão":

 

 

link do postPor temposnotempo, às 16:30  comentar

14.11.10

 

 

http://abaciente.blogspot.com/2010/06/6-de-junho-de-1948-morreu-louis-lumiere.html

 

 

A palavra Cinema vem do grego Kinema que significa movimento, e é assim a técnica de projectar imagens para criar impressão de movimento.

 

As ordens cinematográficas mais conhecidas são os filmes, que são produzidos através de gravação de imagens do mundo com câmaras,

ou pela criação de imagens utilizando técnicas de animação ou efeitos visuais.

 

Estes são feitos de uma série de imagens individuais, os fotogramas, descobertos pelo alemão Johann Heinrich Schulz, em 1724, quando descobriu a sensiblidade dos sais de prata à luz.

 

A cintilação dos fotogramas não é percebida devido a um efeito conhecido como persistência da visão.

O cinema é um artefacto cultural, criado por várias culturas e que expressam a sua forma de ver o mundo.

 

O nome “ cinema “ começou a ser utilizado por causa da palavra cinematógrafo.

A invenção do cinema está relacionada com a da fotografia.

 

CRONOLOGIA

 

1895 – primeira exibição pública e paga de cinema, no “  Grand Café “ em Paris: série de 10 filmes com 40 a 50 segundos de duração, pelos irmãos Lumiére, inventores do cinematógrafo. 1ªs exibições: “ saída de operários da fábrica Lumiére” e “chegada do comboio à estação de Ciotat”.

Marco importante na história do cinema.

 

Final do século XIX – Georges Meliès, mágico ilusionista quis comprar o cinematógrafo, mas os Lumiére disseram que este era um objecto da ciência, e que não poderia ser utilizado para entretenimento.

Mais tarde Georges Meliès haveria de conseguir fabricar um, e introduzir os primeiros efeitos especiais de sempre.

Princípio do século XX – David W. Griffith, um dos pioneiros de Hollywood realizou alguns filmes.

 

1911 – Ricciotto Canudo considera o cinema como uma sétima arte, no seu “Manifesto das Sete Artes”.

 

 

Hoje os países mais famosos no mundo do cinema são a Índia e os Estados Unidos da América ( Bollywood e Hollywood ).

 

Bibliografia:

 

- Diciopédia 2008 (com redacção própria)

 

Sérgio Lemos

 

9ºA

 

link do postPor temposnotempo, às 19:35  ver comentários (1) comentar

8.11.10

 

  O Cinematógrafo

 

http://telao.zip.net/arch2008-08-10_2008-08-16.html

 

 

 

Teve um "parto" difícil o Cinema! Muitas propostas e muitas soluções técnicas de vários inventores não geraram consensos, até os irmãos Lumière (franceses) terem chegado ao CINEMATÓGRAFO!

 

 

  Os irmãos Lumière

 

 

Em 1895, com ele, realizaram a primeira sessão comercial de Cinema, em Paris, com filmes da sua autoria.

 

Eles estão à nossa disposição do Youtube. Deixo-vos com eles. Observem-nos com atenção e pensem do seu valor documental.

 

 

 

 

link do postPor temposnotempo, às 07:41  comentar

14.10.09

Também foi prometido para os oitavos: deixar uma ponte para o filme "O Nome da Rosa", realizado pelo Jean-Jacques Annaud, em 1986, tendo por protagonista Sean Conery, rosto (e corpo) de vários filmes da saga "007".

 

É um óptimo exemplo do que pode fazer a arte do Cinema pelo passado, pela História: imaginar como foi, face aos documentos, aos vestígios que dele nos chegaram; recriar, isto é, tentar colocar-nos perante pessoas, sentimentos, sensações, paisagens, mentalidades, modos de vida, técnicas, formas de arte, etc., etc..

 

Sobre o filme têm uma boa explicação no manual do 7º - p. 173. É uma história bem pensada, que decorre na primeira metade do século XIV, e que tem origem no livro, com o mesmo título, de 1980, do escritor Humberto Ecco e que teve um enorme sucesso mundial (bem antes dos Harry Potters & Cª).

 

Fiquem com dois aperitivos. Para verem a versão original requisitem na BE da escola (VHS) ou Na Biblioteca Municipal (DVD).

link do postPor temposnotempo, às 17:43  comentar

8.10.09

E também foi prometido - ainda às minhas turmas do 8º ano - este outro clássico do Cinema, referido no manual e com conteúdo ligado à Reconquista da Península Ibérica aos mouros invasores - "El Cid" (1961).

 

Deixo-vos com a cena de um dos torneios - uma justa - medievais, para gáudio da nobreza e assistentes. A violência de que se revestiam tais torneios está bem representada no realismo desta sequência de cenas.

 

 

 

 

link do postPor temposnotempo, às 23:38  comentar


Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30


Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30


contador
subscrever feeds
blogs SAPO