Este é um blogue instrumental, feito sem veleidades. Penso nos meus alunos e na forma de o usar para lhes ser útil: experiência que se quer alimentada de experiências... e de invenções dos tempos que não temos tempo para ter...
25.11.08

 

Passou o vento, passou o dia,

passou a noite e a manhã,

passou o tempo, passou a gente,

passou cada hora de amanhã;

 

passou um canto esquecido

nos cantos de cada passo,

passou ao dizer que passo

sem se lembrar do compasso;

 

passou a vida como se nada fosse,

só passou e foi-se embora,

passou à pressa, sem demora,

e passou tudo a quem ficou;

 

e se mais não passou

no fim de tudo ter passado,

foi porque algo se passou

no último passo que foi dado.

 

Nuno Júdice, Geometria Variável, 2007                                      

 

link do postPor temposnotempo, às 00:10  comentar

Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
26
27
28
29

30


Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
26
27
28
29

30


contador
blogs SAPO