Este é um blogue instrumental, feito sem veleidades. Penso nos meus alunos e na forma de o usar para lhes ser útil: experiência que se quer alimentada de experiências... e de invenções dos tempos que não temos tempo para ter...
24.2.09

 

    Fernando Pessoa (aos vinte anos)

 

 

Ser compreendido é prostituir-me.

 

 

Mas a verdade é que precisamos de compreendê-lo...

 

Os anos 10 e 20 são os mais importantes da sua actividade depois de regressar definitivamente a Lisboa, em 1905: o projecto da revista "Orpheu" é de 1915 e a 1917 ficará ligado o da revista "Portugal Futurista", apreendida pela polícia à saída da tipografia.

Aos anos de 1924 e 1925 ficarão ligados os 5 números da revista "Athena" e, a partir de 1927, encetará a importante colaboração com a revista "Presença", colaborando, entre outros, com o figueirense João Gaspar Simões.

 

Para o conhecer e compreender aconselho uma importante ferramenta, mesmo à mão: a base de dados Arquivo Pessoa e o portal Multipessoa, disponíveis desde finais de Novembro do ano passado, na Internet.

 

http://multipessoa.net

 

Vida e obra, obra pública, textos, heterónimos, percursos temáticos e... o que as "navegações" mais derem! Espreitem!

 

 

 

 

Autopsicografia

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

 

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

Fernando Pessoa/Bernardo Soares (heterónimo), 1930

 

link do postPor temposnotempo, às 17:50  comentar

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
17
18
20

22
25
26
27
28


Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
17
18
20

22
25
26
27
28


contador
blogs SAPO